Seja bem-vindo!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Educação >> Candidatos poderão acessar cartão de confirmação do Enem na próxima semana


A partir da próxima segunda-feira (27), os cartões de confirmação de inscrição no Enem - Exame Nacional do Ensino Médio - estarão disponíveis na página do exame na internet. 

Para ter acesso, o estudante deve o informar o CPF e a senha escolhida na hora da inscrição. Segundo o Inep - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira -, também a partir da próxima semana, começarão a chegar aos endereços informados pelos candidatos os cartões enviados pelo correio. 

O documento de confirmação traz os dados pessoais do participante – nome, CPF, número de inscrição no Enem, data, hora e local das provas, opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol), necessidade de atendimento especializado ou específico (quando houver) e indicação de solicitação de certificação do ensino médio (se for o caso). Aqueles que acessarem o cartão pela internet deverão conferir as informações antes de imprimi-lo. 

Caso cartões enviados pelo correio sejam devolvidos, o Inep entrará em contato com os candidatos por meio de SMS e mensagem eletrônica, por celular e e-mail. Segundo o instituto, quem não receber o cartão, não conseguir imprimir pela internet ou constatar erro no documento, deve entrar em contato com o atendimento ao participante, pelo telefone 0800616161. 

As provas do Enem serão nos dias 8 e 9 de novembro. Mais de 8,7 milhões se inscreveram para o exame. Não é obrigatório levar o cartão no dia da prova. 

No entanto, é indispensável apresentar um documento de identificação com foto, como carteira de identidade ou de motorista. Com informações de Agência Brasil.

Fonte: Agência Brasil

Imagem: Divulgação


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Bem Estar >>Dicas e exercícios fáceis para sair do sedentarismo



Você provavelmente já ouviu falar que a prática de atividades físicas oferece inúmeros benefícios à saúde. Em contrapartida, deve saber o quão negativo e perigoso é ser uma pessoa sedentária.

Se você se preocupa com isso, mas é daquele tipo de pessoa que não gosta muito de ir à academia ou praticar determinado esporte, saiba que nem tudo está perdido! Existem exercícios simples e até algumas ações realizadas no dia a dia que podem ajudá-la a sair do sedentarismo!
Riscos que o sedentarismo oferece

O sedentarismo pode ser definido como falta de atividade física suficiente e pode afetar significativamente a saúde e a vida da pessoa.

Gustavo Starling Torres, médico pós-graduado em Medicina Esportiva, membro do Centro de Estudos de Fisiologia do Exercício e Treinamento (Cefit), e diretor da Comissão Médica do Jungle Fight Championship, destaca que a vida sedentária provoca o desuso dos sistemas orgânicos solicitados durante as diferentes formas de atividade física, os quais entram, consequentemente, em um processo de regressão funcional.

“Por isso, o sedentarismo está associado, direta ou indiretamente, às causas ou ao agravamento de diversas doenças, tais como coronariopatias, infarto do miocárdio, hipertensão e doenças cardiovasculares em geral, osteoporose, diabetes, obesidade e até a alguns tipos de câncer, levando à mortalidade prematura”, explica o médico.
Benefícios que as atividades físicas oferecem

São inúmeros os benefícios oferecidos pela prática regular de atividade física. De forma geral, pode-se destacar:
A prática de atividade física, conforme destaca Gustavo Torres, previne e reduz a incidência de diversos problemas de saúde, como coronariopatias, infarto do miocárdio, hipertensão e doenças cardiovasculares em geral, osteoporose, diabetes, obesidade e até a alguns tipos de câncer, o que implica em maior sobrevida.


O médico Torres acrescenta que a ativação dos sistemas orgânicos (cardiorrespiratório, nervoso, endócrino, osteomuscular etc.) pelo exercício físico proporciona adaptações e melhorias dos mesmos. Com isso, o desempenho das atividades do cotidiano fica melhor e mais facilitado, proporcionando maior qualidade de saúde e de vida.
As atividades físicas melhoram a autoestima e possibilitam maior socialização.
Como evitar o problema?

Mas enfim, o que uma pessoa precisa fazer para não ser considerada sedentária?

Torres destaca que o Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM) sugere, como recomendação mínima para adultos, a prática de atividades físicas aeróbias moderadas pelo menos 5 vezes por semana, por no mínimo 30 minutos/dia (150 min/semana).

“Para melhor condicionamento, a orientação básica, para atividades físicas aeróbias intensas, é de pelo menos 3 vezes por semana, em sessões não menores que 20 minutos, mas que totalizem no mínimo 75 min/semana”, acrescenta o médico pós-graduado em Medicina Esportiva.

Torres ressalta que atividades aeróbias moderadas podem ser aquelas que elevem os batimentos cardíacos numa faixa entre 64-76% da frequência cardíaca máxima (FCmax) e, as intensas, na faixa de 77-93%. “Uma maneira simples e rápida de se estimar a FCmax é subtrair de 220 a idade em anos da pessoa (FCmax = 220 – idade)”, explica o médico.

O profissional destaca ainda que, de modo ideal, deve-se associar, a estas atividades, exercicios de musculaçã e de flexibilidade.
Exercícios simples e sugestões para se livrar do sedentarismo




Abaixo você confere algumas sugestões de como pode sair do sedentarismo sem precisar ir, necessariamente, à academia.

1. Apostar nas tarefas domésticas

Torres explica que os 30 minutos de atividade aeróbia moderada podem ser cumulativos durante o dia, desde que feitos em sessões de pelo menos 10 minutos. Por isso, tarefas domésticas com esta duração mínima (lavar roupa/louça, varrer a casa etc.) podem servir para que se atinjam estes 30 minutos recomendados ou até mais.

2. Andar um pouco mais

Fora do ambiente domiciliar, uma dica, de acordo com Torres, é estacionar o automóvel intencionalmente num local mais distante do trabalho. Com isso, naturalmente a pessoa anda mais sem grandes esforços.

“Ir a pé em padarias, mercearias etc. não tão distantes de casa são algumas alternativas que podem compor uma mudança de hábitos”, acrescenta o médico.

3. Apostar numa bicicleta

Outra sugestão é trocar o automóvel por bicicleta para ir ao trabalho ou para realizar ações como ir à padaria, a mercearias, à farmácia etc.

4. Caminhar

Não gosta de ir à academia?! Esta não é uma desculpa para não se exercitar!

“Geralmente a caminhada é uma boa e simples alternativa, especialmente para iniciantes, cujo nível de condicionamento pode ser impeditivo para atividades mais intensas, além de poder ser praticada nos mais diferentes lugares e ocasiões, sem a necessidade de grandes aparatos”, destaca Gustavo Torres.

5. Dançar

A dança também é uma boa alternativa para quem deseja sair do sedentarismo. Ela pode ser praticada em academias, em escolas de dança ou, simplesmente, em casa.

“A dança é também uma alternativa que pode se juntar a outros tipos de atividades físicas, com a vantagem de ser lúdica e, muitas vezes, motivadora”, comenta o médico Torres.

6. Pular corda

Pular corda é uma atividade que pode ser realizada em casa ou ao ar livre. É divertida e ainda queima boas calorias!

7. Subir e descer escadas

Subir e descer escadas propositalmente em casa é uma boa maneira de se exercitar sem ter que ir à academia.

Mas a dica é aderir ao hábito de subir e descer escadas sempre que possível: se você trabalha em um prédio com elevador, evite-o; quando for ao shopping, fuja das escadas rolantes etc.

8. Levar o cachorro para passear

Levar diariamente seu cachorro para passear, pelo menos por 30 minutos, é uma ótima maneira de sair do sedentarismo. Além disso, você estará fazendo muito bem à saúde e ao bem-estar do seu animal de estimação!
Razões para sair do sedentarismo


Gustavo Torres destaca que estudos têm mostrado que o sedentarismo traz risco de doença coronariana semelhante à hipertensão arterial, tabagismo ou colesterol aumentado. “Infelizmente, para aqueles que não gostam de academias e nem de atividades físicas em geral, a única forma que temos para fugir do sedentarismo, e de todos os males a ele associados, é através do exercício físico. Este é um eficiente ‘remédio’, além de preventivo, com a vantagem de poder ser barato (ou mesmo sem nenhum custo) e sem efeitos colaterais, quando realizado adequadamente”, diz.

Para o médico, antes de julgar se “gosta ou não” de exercícios, o raciocínio da pessoa deveria ser bem mais simples e objetivo. “Se ela gostar de si mesma, não quiser contrair doenças com mais facilidade ou passar por exames muitas vezes invasivos, alguns dolorosos, além de evitar tratamentos com as mais diversas drogas (e que, se fossem ‘boas’, não teriam este nome) e seus efeitos colaterais indesejáveis, sem contar com eventuais intervenções cirúrgicas e seus riscos/consequências, deve apostar no exercício físico que é um poderoso ‘elixir’ (diz-se de uma bebida com efeito supostamente mágico) preservador e restaurador da saúde de seus usuários”, finaliza Gustavo Torres.

Por tudo isso, não perca tempo: se ainda não pratica uma atividade física regularmente, comece a se exercitar aos poucos, nem que seja se empenhando mais nas atividades do dia a dia (como limpar a casa, ir a pé ao trabalho, subir e descer escadas etc.)… Assim, progressivamente, conquistará uma vida mais saudável!

Fonte: Internet

Biblioteca Pública do Paraná edita antologia com 101 poetas paranaenses






Helena_Kolody.Foto: Divulgação

A história da poesia paranaense acaba de ganhar um novo capítulo. A coletânea “101 poetas paranaenses — antologia de escritas poéticas do século XIX ao XXI”, editada pela Biblioteca Pública do Paraná, por meio do Núcleo de Edições da Secretaria de Estado da Cultura, traz ao leitor uma inédita compilação da lírica do Estado. 

Organizada pelo poeta e crítico Ademir Demarchi, a antologia está dividida em dois volumes, cada um com tiragem de 1.500 exemplares, que, juntos, somam mais de 800 páginas. As publicações serão distribuídas gratuitamente a todas as bibliotecas públicas do Paraná e instituições culturais do país. No volume um estão 50 poetas nascidos entre a primeira metade do século XIX e a segunda metade do século XX. Já o volume dois traz 51 autores nascidos entre 1959 e 1993. 

“Em vez de uma antologia que se baseasse apenas em alguns poucos autores tidos como fundacionais, por isso já instituídos nas leituras feitas por críticos e nas republicações de suas obras, preferi uma forma mais ampla, rizomática, de lidar com o cenário, encarando-se o risco da pesquisa extensa que levou ao significativo número de 101 poetas”, explica Ademir Demarchi. Em sua pesquisa, ele leu e consultou mais de 300 obras de autores paranaenses, em um trabalho que se desenvolveu ao longo de um ano e meio. 

O diretor da Biblioteca Pública do Paraná, Rogério Pereira, afirma que a produção poética paranaense é intensa, desde quando o Paraná se emancipou de São Paulo, em 1853, até hoje. “É impressionante a quantidade de poetas paranaenses. Esta antologia reúne desde Dario Vellozo e Emiliano Perneta, alguns dos mais antigos, passando por Helena Koldy e Sérgio Rubens Sossélla, até chegar aos contemporâneos, muitos dos quais publicando em sites e blogs”, diz Pereira. 

O diretor da Biblioteca completa que o livro funciona tanto como uma recuperação de memória, para quem já conhece os autores, como uma apresentação dos poetas para as gerações mais recentes. 

                            

OS 101 POETAS – Ademir Assunção, Adolpho Werneck, Adriano Scandolara, Adriano Smaniotto, Alberto Cardoso, Alexandre França, Alexandre Gaioto, Alice Ruiz, Alvaro Posselt, Amarildo Anzolin, Ana Guadalupe, Andréia Carvalho, Anisio Homem, Antonio Thadeu Wojciechowski, Bárbara Lia, Batista de Pilar, Beatriz Bajo, Brasil Pinheiro Machado, Bruna Siena, Carlos Dala Stella, Célia Musilli, Cesar Bond, Colombo de Sousa, Dalton Trevisan, Dario Vellozo, Domingos Pellegrini, Edson de Vulcanis, Emiliano Perneta, Emilio de Meneses, Estrela Ruiz Leminski, Fábio Campana, Fernando Koproski, Foed Castro Chamma, Glauco Flores de Sá Brito, Greta Benitez, Guilherme Gontijo Flores, Hamilton Faria, Helena Kolody, Hélio Leites, Homero Gomes, Ivan Justen Santana, Jair Ferreira dos Santos, Jairo B. Pereira, Jandira Zanchi, Jane Sprenger Bodnar, Jaques Brand, Jean Itiberé (João Itiberê da Cunha), Joana Corona, João Manuel Simões, Joba Tridente, Josely Vianna Baptista, José Paulo Paes, Júlia da Costa, Jussara Salazar, Karen Debértolis, Leopoldo Comitti, Luci Collin, Luigi Ricciardi, Luiz Antonio Solda, Luiz Felipe Leprevost, Manoel de Andrade, Marcelo Sandmann, Marciano Lopes, Márcio Davie Claudino, Marco Aurélio Cremasco, Marcos Losnak, Marcos Prado, Mário Bortolotto, Mario Domingues, Mário Don Leal, Maurício Arruda Mendonça, Mauro Faccioni Filho. Miguel Sanches Neto, Mirian Paglia Costa, Nelson Alexandre, Nelson Capucho, Nenpuku Sato, Neuza Pinheiro, Nilson Monteiro, Otávio Duarte, Paulo Leminski, Paulo Venturelli, Pedro Carrano, Priscila Merizzio, Reinoldo Atem, Ricardo Corona, Ricardo Pedrosa Alves, Ricardo Pozzo, Ricardo Schmitt Carvalho, Roberto Prado, Rodrigo Garcia Lopes, Rodrigo Madeira, Rollo de Resende, Sérgio Rubens Sossélla, Sérgio Viralobos, Silveira Neto, Solivan Brugnara, Sylvio Back, Tasso da Silveira, Walmor Marcellino e Wilson Bueno.

Fonte: AEN

No segundo turno das eleições Lei Seca será das 6h às 18h



Neste domingo (26), a “Lei Seca” no Paraná funcionará nos mesmos moldes do primeiro turno das eleições, realizado no dia 5 de outubro. De acordo com a resolução de nº 251/2014, publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (21), fica proibida a venda, a compra e o consumo público de bebidas alcoólicas no período compreendido entre 6h e 18h do dia 26. 

O documento, assinado pelo secretário estadual da Segurança Pública, Leon Grupenmacher, aponta que é uma “medida de cautela e no escopo de garantir a ordem e a tranquilidade pública, no transcurso do pleito eleitoral”. 

A pena, para quem não cumprir a resolução, é de detenção de até dois meses e pagamento de 60 a 90 dias-multa (valor a ser definido pela autoridade competente), baseado no artigo 296 do Código Eleitoral.



Fonte: AEN

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Colégio Hermínia Lupion promoverá semana de Integração Escola / Comunidade




O Colégio Estadual Hermínia Lupion de Ribeirão do Pinhal -PR promoverá entre os dias 27 e 31 de outubro uma série de atividades culturais e educativas com objetivo de ampliar o envolvimento da escola com as famílias e a comunidade em geral. 

Entre as atividades a serem realizadas estão previstas:

Jogos Inter Classes - 27 e 28/10 (Ginásio de Esportes e Quadra do Colégio)

Exposição de Artes - 28/10

Bingo do Grêmio - 29/10

Caminhada Ecológica - 30/10

Show de Talentos - 30/10 (Centro Cultural)

Feira Integração Formação de Docentes
Atividades Culturais e Recreativas- 31/10

Redação Pinhal Online

Sites Parceiros

Confira os mais acessados da semana

Mais acessados no mês